3ª etapa do programa Rodas de Cidadania chegou ao fim

A última etapa do programa Rodas de Cidadania chegou ao fim na última segunda-feira (18), com a Audiência Pública realizada em Alvarães. A Ouvidoria do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) levou o programa a 16 municípios no ano de 2019.

Os municípios contemplados com o Rodas de Cidadania foram: Alvarães, Autazes, Benjamin Constant, Careiro, Careiro da Várzea, Humaitá, Itacoatiara, Itapiranga, Manacapuru, Maués, Novo Airão, Parintins, Presidente Figueiredo, Tabatinga, Tefé e Urucurituba.

O público alvo do programa é a sociedade civil, os representantes dos conselhos municipais e o Poder Público. / Foto: Giovana Airon

 

O diretor da Ouvidoria do Tribunal de Contas, Harleson dos Santos Arueira, ressaltou como o programa ajudou os moradores dos municípios a falarem sobre as demandas locais. “O objetivo do Tribunal ao fazer o programa Rodas de Cidadania é despertar a sociedade sobre a existência de uma Ouvidoria ativa, onde podemos ir àqueles lugares, que muitas vezes, a população não tem acesso à tecnologia, principal meio de comunicação atual. Então, a gente percebeu que deveria ir a esses locais e ouvir a população”.

Idealizado pelo conselheiro-ouvidor do TCE-AM, Érico Xavier Desterro e Silva, o Rodas de Cidadania é um projeto em que são realizadas audiências públicas para esclarecer aos presentes sobre as atribuições do Tribunal, ouvir a população e o Poder Público locais sobre as demandas existentes, e informar sobre os canais de comunicação da Ouvidoria dessa Corte de Contas.

Cidadão de Humaitá relatando sua demanda na Audiência Pública realizada no dia 22 de outubro de 2019. / Foto: Raolin Magalhães

 

Precariedade nos serviços de merenda e transporte escolar, casos de nepotismo, concurso público e obras públicas paradas foram algumas das demandas expostas durante as visitas aos municípios.

“Com essas idas [ao interior], a gente teve êxito. A nossa ideia é aprimorar, ainda mais, o programa para deixá-lo coeso e consistente, para poder, ano que vem, termos uma efetividade maior no projeto”, destacou o diretor da Ouvidoria, que avaliou de forma positiva o programa Rodas de Cidadania em 2019.

 

 

Texto: Giovana Airon

Facebook
WhatsApp
Print
Scroll to Top